em

Troca de janelas: 8 erros a não cometer

Substituir as janelas de uma casa pode ser um processo complicado e demorado, mas é um investimento que vale a pena. No entanto, para garantir que a troca seja bem-sucedida e traga os benefícios esperados, é importante evitar alguns erros comuns. Neste artigo, apresentamos 8 erros a não cometer ao trocar suas janelas.

1. Não pesquisar sobre os diferentes tipos de janelas

Existem diversos tipos de janelas disponíveis no mercado, cada uma com suas características e vantagens. Antes de decidir pela troca, faça uma pesquisa cuidadosa sobre os modelos, materiais e funcionalidades para escolher a opção que melhor atenda às suas necessidades e preferências. Considere aspectos como isolamento térmico e acústico, facilidade de limpeza e manutenção.

Alguns dos principais tipos de janelas incluem:

  • Janela de correr;
  • Janela basculante;
  • Janela guilhotina;
  • Janela pivô;
  • Janela maxim-ar.

2. Escolher materiais de baixa qualidade

A durabilidade e o desempenho das janelas estão diretamente relacionados à qualidade dos materiais utilizados na fabricação. Optar por materiais mais baratos e de baixa qualidade pode resultar em problemas futuros, como infiltrações, rachaduras e baixo isolamento térmico e acústico. Procure por janelas fabricadas com materiais de alta qualidade, como PVC, alumínio ou madeira tratada.

3. Ignorar a eficiência energética

Janelas com boa eficiência energética ajudam a reduzir o consumo de energia elétrica e proporcionam maior conforto térmico no ambiente interno. Verifique o coeficiente de transmissão térmica (U) das janelas que pretende instalar, pois quanto menor esse valor, melhor será o isolamento térmico da janela.

4. Não levar em conta a estética do ambiente

A troca de janelas é uma oportunidade para melhorar a aparência da casa. Escolha um modelo e cor que combinem com o estilo arquitetônico e a decoração do ambiente. Considere também a praticidade na hora da limpeza e manutenção.

5. Contratar profissionais não qualificados

A instalação das janelas é um processo complexo que requer conhecimento técnico e experiência. Contratar profissionais não qualificados pode resultar em problemas futuros, como infiltrações, rachaduras e má vedação. Pesquise e contrate empresas especializadas no assunto, verificando referências e avaliações de outros clientes.

6. Não seguir as normas técnicas

A instalação de janelas deve seguir as normas técnicas estabelecidas pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). Não cumprir essas normas pode causar problemas na segurança e no desempenho das janelas. Certifique-se de que os profissionais contratados estejam familiarizados com essas normas e sigam-nas rigorosamente.

7. Não considerar as condições climáticas

O clima da região onde a casa está localizada deve ser levado em consideração ao escolher as janelas. Para áreas com maior incidência de chuvas e ventos, por exemplo, é importante optar por modelos com boa vedação e resistência a infiltrações. Já em locais com altas temperaturas, janelas com vidros duplos ou triplos podem ajudar a manter o ambiente interno mais fresco.

8. Ignorar a necessidade de manutenção

A troca de janelas requer investimento financeiro e tempo dedicado à pesquisa e planejamento. Para garantir que esse investimento seja duradouro, não ignore a necessidade de manutenção periódica das janelas. Verifique as recomendações do fabricante sobre limpeza e cuidados específicos para cada material e modelo.

Pet-Friendly: Melhores Restaurantes e Cafés no Brasil para Visitar com Seu Animal

Prevenindo e Tratando Pulgas e Carrapatos em Climas Tropicais